Biografia

Carlos Peruzzo começou a sua trajetória tanguera em 1990, na sua cidade natal Montevidéu (Uruguai), um dos berços do tango, quando ainda estudava Engenharia Civil na Universidade.

Em Montevidéu, iniciou seus estudos com Nestor Soler e Marilu Fischer, participando como dançarino em apresentações de dança e teatro, até sua vinda para o Brasil.

Em 1995, chegou a Florianópolis para realizar Mestrado em Engenharia Civil na UFSC e aqui conheceu o renomado Centro de Dança Edson Nunes (CDEN), onde continuou aprimorando seus conhecimentos, estudando os outros ritmos da Dança de Salão.

No ano de 1996, por convite do seu mestre Edson Nunes, iniciou-se como Professor de Tango no CDEN, formando assim a Primeira Turma de alunos de Tango em Florianópolis.

Desde então, tem sido um divulgador permanente do Tango em Santa Catarina, ministrando aulas e cursos, organizando as primeiras Milongas e Práticas de Tango, promovendo Workshops com outros Professores convidados.

Tem ministrado cursos e aulas de Tango e Dança de Salão em diversas escolas de dança de Florianópolis e região, entre elas, o Centro de Dança Edson Nunes (CDEN), Casa de Dança Luiz e Laura, Tablado de Dança Isabel Soares, Centro de Dança Laura Flores (CDLF), Centro de Dança Passo a Passo (SJ), Ateliê da Dança (SJ) e, desde 2011, na sua própria escola, o Centro de Dança Carlos Peruzzo. Atualmente também ministra aulas de Tango em Balneário Camboriú (SC), expandindo a divulgação do Tango para novas regiões.

Participou como Professor de Tango de importantes Eventos de Tango como a Bienal de Tango de Florianópolis, o Baila Floripa e Baila Costão.

Tem participado como dançarino e coreógrafo de diversos grupos e eventos, entre eles a Companhia de Dança Edson Nunes, Centro de Dança Luiz e Laura, Grupo de Dança Passo Livre do Centro de Dança Laura Flores (2007), Espetáculos do Centro de Dança Laura Flores como coreógrafo e dançarino (2007, 2008, 2009 e 2010), Companhia de Dança Fabiano Silveira, onde participou como dançarino no espetáculo de tango “Origem”, ocorrido durante o IV Congresso Internacional de Tango em Florianópolis (2009), além de apresentações nos Espetáculos do Ateliê da Dança (2011), Mostra de Dança do Espaço Nureen, Mostra de Dança do Teatro Dionísio, Baila Floripa, Palco Solidário, Espetáculo “Balneário Camboriú em Ritmo de Tango”, entre outros.

No Tango, a sua pesquisa didática e técnica tem sido permanente, estudando com vários professores de renomada qualidade. Até hoje participa continuamente em diferentes cursos e workshops com importantes professores. Entre seus principais referentes estão: Pablo García, Beatriz Mendoza, Osvaldo Zotto, Lorena Ermocida, Miguel Angel Zotto, Gloria e Eduardo Arquimbau, Juan Carlos Copes, Roberto Herrera, Pablo Verón, Pablo Villarraza, Dana Frígoli, Francisco Forquera, Carolina Bonaventura, Adrian Veredice e Alejandra Hobert, entre outros.

Como estudioso e pesquisador do Tango e das didáticas de ensino, criou um Método pedagógico próprio, o Método CP, que tem por objetivo principal o de facilitar o aprendizado do Tango, ser inclusivo, permitindo o acesso ao Tango a todas as pessoas, possibilitando dançar de improviso desde as primeiras aulas. O Método CP diferencia-se por ser personalizado, adaptável aos alunos, orientado à dança social de improviso e não ser baseado em seqüências pré-definidas, que aumentam o grau de complexidade e dificuldade para os alunos iniciantes. O Método CP inicia por elementos extremamente simples que formam a base da dança, evoluindo gradativamente para elementos mais elaborados conceitual e tecnicamente. O Método CP foi criado para desmistificar a falsa ideia de que o Tango é muito difícil de aprender, propondo que, na verdade, o Tango, como Dança Social, é simples e fácil de aprender e está ao alcance de todos, encorajando assim aos numerosos apreciadores desta dança a usufruir da sua prática e benefícios.

O Tango é para Todos!

Na Dança de Salão, sua formação foi baseada principalmente na metodologia e didática de dois dos principais ícones da dança de salão no Brasil: os professores Edson Nunes, com quem realizou aulas por oito anos, e Jaime Arôxa, com quem realizou diversos cursos e workshops no Centro de Dança Edson Nunes e no Centro de Dança Jaime Aroxa no Rio de Janeiro.

Em relação à Dança de Salão, o Método CP também se sustenta no conceito principal de que a Dança de Salão é para todos, não apenas para pessoas com habilidades físicas especiais. A dança social é muito diferente da dança de espetáculo, é uma dança acessível para todas as pessoas de todas as idades e, por isso, o Método CP é adequado para todas as pessoas, independente do seu grau de dificuldade, trabalhando principalmente o que são os verdadeiros fundamentos da dança: ritmo, musicalidade, a conexão, o contato, os movimentos básicos, a postura, a linguagem corporal na dança.

O conceito mais importante é que a Dança de Salão, como Dança Social, é uma atividade prazerosa, socializante, terapêutica em vários sentidos e ao alcance de todos, uma atividade que desenvolve importantes habilidades individuais e de relacionamento nas pessoas que a praticam.

Como divulgador e pesquisador do mundo do tango, tem mergulhado com muita energia no estudo das origens históricas do tango e da milonga, como danças populares, bem como na história dos grandes ícones do tango, como Carlos Gardel, temas sobre os que realiza uma permanente busca de informações históricas.

Como divulgador do Tango e a Dança de Salão, organizou há vários anos as primeiras Milongas de Florianópolis. A Milonga Laura Flores e posteriormente a Milonga Carlos Gardel, em homenagem a um dos grandes ícones do Tango, são eventos culturais relevantes em Florianópolis e agora também em Balneário Camboriú, com a vocação de impulsionar a cultura da dança social do Tango e de todos os ritmos da Dança de Salão.

20 anos divulgando e popularizando o Tango em Santa Catarina

Veja também:

Curta a nossa Página no Facebook:

https://www.facebook.com/CarlosPeruzzoCD

e fique por dentro das novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>